Alimentos congelados

Congelar refeições é prático e não apresenta grande impacto sobre os valores nutricionais dos alimentos. Basta seguir algumas regras.

 Não é à toa que os alimentos congelados conquistaram tantos adeptos na vida moderna. Por meio do congelamento, é possível consumir frutas e verduras fresquinhas o ano todo, mesmo fora de safra. Isso sem contar a conveniência de chegar em casa depois de um longo dia e dispensar mais algumas horas de trabalho na cozinha.

Além dos benefícios mais perceptíveis, as técnicas de congelamento e descongelamento proporcionam uma série de outras vantagens. Por exemplo, permitir que os alimentos sejam preparados de acordo com a nossa conveniência e utilizar o forno de maneira mais eficiente, já que vários pratos podem ser preparados ao mesmo tempo.

Outra grande vantagem do congelamento é poder separar as refeições em porções individuais. Isso evita o desperdício, principalmente em residências onde vivem no máximo duas pessoas.

A nutricionista Maria Fernanda Elias explica que o processo de congelamento transforma a água presente nos alimentos em cristais de gelo. Nesse estado, não acontece o crescimento e desenvolvimento de micro-organismos, retardando a deterioração do produto.

Mesmo em ambientes congelados, entretanto, esses micro-organismos permanecem vivos, motivo pelo qual os alimentos devem ser cuidadosamente manipulados tanto antes como depois do congelamento.

Ao contrário do que muita gente pensa, o congelamento apresenta um impacto mínimo sobre o valor nutricional dos alimentos. Fernanda diz que basta respeitar algumas variáveis como temperatura do freezer e tempo de armazenamento.

Confira a seguir algumas dicas para garantir a segurança e integridade dos alimentos durante o processo:

– A temperatura do congelador deve ser mantida a -18ºC ou menos. Evite ficar abrindo a porta do equipamento quando não houver necessidade.
– Os alimentos devem ser acondicionados em recipientes fechados, próprios para congelador, prevenindo contra queimaduras pelo frio.
– Anote a data de validade do produto, que varia de acordo com o tipo de alimento (frutas, carnes, doces, etc.). Utilize uma caneta própria ou etiqueta adesiva.
– Nunca introduza alimentos quentes no congelador, pois, além de causar variação na temperatura interna, pode danificar o equipamento.
– Alimentos congelados que forem descongelados, não devem ser congelados novamente.
– O alimento pode ser levado diretamente do congelador para o forno. Entretanto, havendo necessidade de descongelá-lo, o método mais seguro é mantê-lo sob refrigeração.
– Não se esqueça de conferir as orientações do fabricante. Fornos de microondas, por exemplo, podem ter pequenas variações na intensidade da potência, interferindo no tempo de cocção. 

FONTE: Nestlé ( http://www.nestle.com.br/site/materias/nutricao/praticidade_alimentos_congelados.aspx)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s