Nutrição: patrocinadora oficial do seu time

A alimentação adequada antes, durante e após uma partida de futebol contribui para um bom desempenho em campo.

Lá vem ele… atravessando o campo… dominou a bola… driblou o jogador… chutou… é gooooool! Jogar futebol, seja por recreação, seja por prática esportiva, requer muita disposição e força muscular. Portanto, para não fazer feio em campo, o jogador precisa estar atento à boa alimentação e hidratação.

A nutricionista Erika Romano explica que antes de qualquer atividade física prolongada, ou seja, com uma hora ou mais de duração, deve-se consumir principalmente carboidratos. “A ingestão de pães, batata, arroz, macarrão e  biscoito salgado – com reduzido teor de gordura, facilita a digestão e a absorção dos nutrientes, resultando em maior fornecimento e acúmulo de glicogênio no músculo. O conteúdo de glicogênio muscular é fundamental para o fornecimento de energia durante a atividade física.”

Segundo ela, não existe regra sobre a escolha do alimento, já que se pode levar em consideração o gosto pessoal do esportista, seja este criança, jovem ou adulto. Entretanto, o alimento deve ter uma estreita relação com a duração e a intensidade do treinamento.

Outro fator importante para um bom desempenho em campo é a hidratação. A ingestão adequada de líquidos antes, durante e após a partida é essencial. A água é um nutriente muito importante para o funcionamento do organismo e previne a desidratação durante a atividade física. A quantidade de líquido a ser ingerida depende da temperatura e umidade do ambiente, além do peso corporal e da taxa de desidratação.

E os cuidados não param por aí. A alimentação correta depois do exercício é tão importante quanto a que o precede. Após a atividade física deve-se repor a energia por meio do consumo de alimentos fontes de carboidratos e proteínas, como biscoito integral, lanche natural, suco de frutas e iogurte. Dependendo do horário, vale até mesmo almoçar ou jantar. As refeições principais devem ser ricas em legumes e verduras, além de conter um tipo de carboidrato integral e um tipo de proteína.

Para evitar escolhas e combinações inadequadas, Erika aconselha que elas sejam feitas por um profissional. “As quantidades e o fracionamento da ingestão desses alimentos devem ser orientados pelo nutricionista, individualmente, tanto para a prática do futebol como para qualquer outra modalidade a ser realizada.”

Não leve um cartão vermelho para casa. Converse sempre com seu nutricionista antes de iniciar ou modificar qualquer prática esportiva. Uma avaliação médica também é fundamental.

Fonte: Portal Nestlé Brasil

Anúncios

2 comentários sobre “Nutrição: patrocinadora oficial do seu time

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s