Saúde da Mulher

Já faz tempo que a mulher deixou de ser o sexo frágil. Guerreiras e batalhadoras, as mulheres não se acomodaram e foram à luta. Conquistaram seu espaço na sociedade, quebraram paradigmas e, finalmente, provaram que são muito mais fortes do que se imaginava. Mas essas vitórias vieram com um desafio: preservar a saúde ao mesmo tempo em que acumulam cada vez mais atividades no dia a dia. 

Nos países desenvolvidos e em desenvolvimento, a porcentagem de mulheres que vivem em ritmo acelerado e em situação de estresse tem aumentado ao longo dos anos. Este fato se deve à soma de responsabilidade, já que, além de trabalhar fora de casa, a mulher continua responsável pelos cuidados com a família e com a casa.

Quando falamos de saúde, consideramos uma série de aspectos, como a relação com o meio ambiente, as condições de trabalho, moradia, lazer, renda, prática de atividade física e, principalmente, os cuidados com a alimentação. 

Além de viver mais tempo que os homens, em média 6 a 8 anos, as mulheres possuem características biológicas próprias, que as diferencia dos gênero masculino. Em termos gerais, as mulheres são menores, mais leves, possuem maior porcentagem de gordura corporal e menor taxa de metabolismo. Essas e outras diferenças exigem cuidados nutricionais específicos. 

A menor taxa de metabolismo basal, por exemplo, indica que a mulher deve ficar mais atenta à quantidade de calorias diárias que consome e, principalmente, à qualidade nutricional dos alimentos. As alterações hormonais e a perda de sangue pela menstruação também requerem atenção especial, assim como os períodos de gestação e lactação. 

Uma alimentação balanceada, que inclui itens de todos os grupos da pirâmide alimentar brasileira contribui para uma vida longa e saudável. As mulheres adultas, sempre que possível, devem optar por carnes, leite e derivados com menores quantidades de gordura. Os peixes são exceção, pois contribuem com a ingestão de ácidos graxos poliinsaturados (como o ômega-3). Cereais integrais, frutas, verduras e legumes recebem destaque pelo conteúdo de fibras, vitaminas, minerais, carotenóides e outros antioxidantes.  

fonte: Maria Fernanda Elias – elaborado com exclusividade para DSM Nutritional Products
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s